Conhecendo Meteora, na Grécia

Share

Meteora é um daqueles lugares que sonhamos em conhecer e mesmo quando conseguimos conhecer, não acreditamos que foi verdade. Afinal, ver esses paredões de arenito aglomerados em um só lugar e com vários monastérios construídos em seu topo são realmente fantásticos. O local foi, inclusive, inserido no rol dos Patrimônios da Humanidade, da UNESCO.

Primeiro, tente dormir no local, ao invés de fazer qualquer excursão que você passa somente o dia por lá. Lugar para dormir não falta, com opções para todos os gostos e bolsos. São duas as principais cidades de acesso: Kalambaka e Kastraki, cada uma em uma ponta e os paredões ao fundo das duas.

Outra vantagem de dormir é poder visitar todos os monastérios, pois cada um fecha em um dia diferente da semana. Além do mais, a visita fica mais tranquila, sem grandes correrias, pois você poderá visitar dois ou três monastérios por dia, descansar um pouco e continuar no dia seguinte.

Não se esqueça que para visitar cada monastério demanda um certo tempo, já que muitos são acessíveis somente por longas escadas ou trilhas. E não se esqueça que o local é bem distante do restante das atrações do país, então você não conseguirá fazer muita coisa nem no dia de chegada, nem no dia de saída.

No local, há seis monastérios visitáveis, cinco masculinos e um feminino. Cada um fica no topo de uma rocha diferente e em todos você paga uma pequena taxa para entrar, para ajudar na manutenção.

O maior monastério é o Great Meteoron, acessível por uma escadaria de 320 degraus até a chegada da bilheteria. Ao andarmos por ela, conseguimos perceber a dificuldade que os monges tinham para chegar até lá. Percebemos que o local realmente tem que ser de difícil acesso mesmo para conseguir a tranquilidade e a distância do mundo terreno mesmo.

Ao entrarmos, podemos visitar alguns locais usados desde a época de sua construção, no século XI, D.C., como a cozinha, alguns capelas com lindos mosaicos, o refeitório e alguns museus ilustrando roupas e livros utilizados por eles. Como tem monges morando lá até hoje, vários acessos ainda não são permitidos, para preservar a tranquilidade deles.

Achei bem interessante e emocionante conhecer o ambiente todo, mas as vistas de lá de cima são o que mais chamam a atenção de todo mundo. A paisagem do alto e ver os outros monastérios do alto, não tem preço que pague de tão lindo que é. Isso sem falar na sensação de paz que sentimos também.  Quem puder visitar o local, não deixe de ir, pois foi um dos lugares que mais gostamos de conhecer.

Sugestão de atrações:

  • Monastério de Great Meteoron
  • Monastério de Varlaam
  • Monastério de Rousanou
  • Monastério de São Nicolau de Anapausas
  • Monastério de São Estevão
  • Monastério da Santíssima Trindade
Itinerário feito pelo site Sygic Travel
meteora
Vista dos rochedos de Meteora
meteora
Vista dos rochedos de Meteora
meteora
Monastério de Great Meteoron
meteora
Teleférico utilizado para transportar suprimentos
meteora
Cozinha do Great Meteoron
meteora
Escadaria de acesso ao Great Meteoron
meteora
Rochedos de Meteora
meteora
Vista dos Monastérios
meteora
Monastério de Varlaam
meteora
Monastério São Nicolau de Anapausas
meteora
Vista de Meteora
meteora
Meteora em um dia nublado

Para reserva de hotéis, utilize nosso canal no Booking, Hoteis.com ou Trip Advisor por meio dos banners ao lado. Você não pagará mais nada por isso e ainda ajuda a manter o blog no ar!

Deixe uma resposta

Viagens e Viagens e Viagens