Limoges + Oradour-sur-Glâne

Limoges, situada na região de Haute-Vienne, na França, é uma cidade conhecida mundialmente por sua cerâmica, tendo algumas fábricas de renome sua sede por lá, principalmente a Bernardaud. Não se anime muito pois os preços são bem altos, mesmo lá na fábrica, rs. Mas vale a pena conhecer a história e como foi e é a sua fabricação.

Alem disso, o lugar também é bem legal, super cuidado, povo simpático, com várias comodidades modernas. A começar com sua estação de trem, que chama a atenção de quem chega à cidade. Achamos bem bonita!!!

A Hôtel de Ville é maravilhosa e lembra bastante a de Paris , menor, claro. A Cathédrale Saint Étienne, visível por toda a cidade, é bem majestosa e com um jardim espetacular. Não deixe de conferir!!!

Sugestão de atrações:

  • Gare de Limoges
  • Cathédrale Saint Étienne
  • Jardins de l’Eveche
  • Hôtel de Ville
  • Marché Couvert (Place de la Motte)
  • Quartier de la Boucherie
  • Musée National de la Porcelaine
Itinerário feito pelo site Sygic Travel
Limoges
Hôtel de Ville
Limoges
Ruas de Limoges
Limoges
Place Winston Churchill
Limoges
Marché Couvert
Limoges
Gare de Limoges
Limoges
Cathédrale Saint Étienne

Arredores:

O lugar não é dos mais felizes, mas importante em nossa história. Oradour-sur-Glâne foi a cidade que teve o pior massacre durante a II Guerra Mundial, sendo que até crianças e mulheres foram atacados. Para manter esse episódio sempre na lembrança da população, foi criado um Memorial no local, mantendo a cidade exatamente como foi encontrada após o massacre.

Antes de entrar no local da cidade, entramos na recepção do Memorial, onde vários vídeos e cartazes contam a trajetória do local. Já ficamos em choque somente nessa parte, mas ainda podemos ver tudo pessoalmente, onde tudo realmente aconteceu.

Lá encontramos carros queimados, bicicletas partidas ao meio, os cartazes com o menu do dia nos restaurantes, as máquinas de costura com os tecidos instalados… O lugar também virou uma espécie de culto, com homenagens e pontos de orações em vários lugares, principalmente nos que aconteceram algum episódio mais traumático.

É bem chocante mesmo saber que uma cidade inteira foi destruída em algumas horas e com pouquíssimos sobreviventes que conseguiram fugir. Pior ainda é perceber que mesmo as mulheres e crianças foram alvos desse massacre. Realmente eles conseguiram o que queriam, pois inesquecível é a melhor palavra para descrever a visita ao lugar.

Itinerário feito pelo site Sygic Travel
Oradour sur Glâne
Entrada do Memorial
Oradour sur Glâne
Carro queimado na rua
Oradour sur Glâne
Bicicleta quebrada
Oradour sur Glâne
Poço de água
Oradour sur Glâne
Ponto de oração
Oradour sur Glâne
Estação de trem

Para reserva de hotéis, utilize nosso canal no Booking, Hoteis.com ou Trip Advisor por meio dos banners ao lado. Você não pagará mais nada por isso e ainda ajuda a manter o blog no ar!
20 Comments

Deixe uma resposta