Peloponeso: conheça suas principais atrações

Share

Peloponeso é uma quase-ilha situada na Grécia Continental. É uma região rica em história, pois sua localização era bem privilegiada e de fácil acesso, entre Atenas e outros países do Mediterrâneo. Não deixem de incluí-la em uma viagem à Grécia e não deixem de conhecer as seguintes atrações:

  • Canal de Corinto: foi idealizado pelo imperador romano Nero, mas só foi construído em 1881
Peloponeso
Canal de Corinto
  • Sítio Arqueológico de Micenas: um dos mais importantes da região, era um palácio-fortaleza, liderado por Agamenon, um dos reis gregos mais importantes da Guerra de Troia.
Peloponeso
Sítio Arqueológico de Micenas
  • Nafplio: foi a primeira capital da Grécia, entre 1823 e 1834, antes de ser transferida para Atenas. É também considerada uma das cidades mais bonitas da região do Peloponeso e uma das mais românticas também.
Peloponeso
Nafplio
  • Teatro de Epidauro: construído no século IV, a.C é um dos mais bem preservados atualmente. Ele acomoda até 14.000 pessoas sentadas e possui uma das melhores acústicas também.
Peloponeso
Teatro de Epidauro
  • Mystras: foi a segunda cidade mais importante do Império Bizantino, perdendo somente para Constantinopla, atual Istambul. Hoje em dia, se tornou um sítio arqueológico com várias ruínas e mosaicos preservados.
Peloponeso
Mytras
  • Monemvasia: foi construída durante o Império Bizantino em um rochedo separado somente por uma ponte da cidade de Gefyra, no meio do Mar Mediterrâneo. Olhando de fora, nem percebemos que existe uma cidade lá, o que garantia proteção a seus moradores.
Peloponeso
Monemvasia
  • Simos Beach, na Ilha de Elafonisos: praia de areia branca e fina (o que é raridade na Europa, rs), mar azul turquesa bem forte e suas águas são totalmente transparentes. É considerada uma das dez praias mais bonitas da Grécia, segundo o site Trip Advisor.
Peloponeso
Symos Beach, na Ilha de Elafonisos
  • Gythio: capital do polvo da Grécia e é bem charmosa, cheio de cafés e tavernas na beira-mar. Dizem que foi lá que Paris teve romance com Helena, o que acabou provocando a Guerra de Troia.
Peloponeso
Gythio
  • Areopoli: capital da Península do Mani, é uma cidade cheia de casas-torre e igrejas bizantinas. Andar por suas ruelas é como se estivéssemos voltando ao passado…
Peloponeso
Areopoli
  • Limeni: onde fica o porto da cidade. É uma vila de pescadores super charmosa! Aproveite para almoçar em um dos restaurantes de lá, principalmente se quiser comer pescados.
Peloponeso
Limeni
  • Dimitsana: considerada umas das mais bonitas da região da Arcádia. Pela dificuldade do acesso, elas eram um refúgio para as guerras, então várias casas-torre e igrejas bizantinas foram construídas.

Peloponeso
Dimitsana
Olympia: era considerada um local sagrado, por isso escolheram ali para sediar os Jogos Olímpicos, desde 776 A.C. De quatro em quatro anos, era realizada uma trégua em quaisquer conflitos que estivessem ocorrendo para a realização dos Jogos.

Peloponeso
Olympia
  • Ponte Rio-Antirrio: é bem moderna e considerada, inclusive, a maior maravilha do mundo moderno da Grécia.

Peloponeso
Ponte Rio-Antirrio

 

Para ver todos os posts desta região, confira nos links a seguir: 

Península do Mani (Gythio, Areopoli e Limeni)

Share

A Península do Mani é uma das regiões mais interessantes do Peloponeso. A maioria das cidades é formada por casas-torre, feitas de pedra, com mais de dois andares, que serviam de moradia e fortaleza ao mesmo tempo. Graças a essa estratégia utilizada pelos gregos, essa região não foi invadida pelos turcos e nem por nenhuma outra civilização.

A região é lindíssima e bem característica, com um litoral maravilhoso e cidades históricas. Pena que não é muito turística, mas isso dá um charme a mais ao local.

Comece por Gythio, localizada em uma das pontas da Península. A cidade é conhecida como a capital do polvo da Grécia e é bem charmosa, cheio de cafés e tavernas na beira-mar. Dizem que foi lá que Paris teve romance com Helena, o que acabou provocando a Guerra de Troia.

Depois, vá para Areopoli, a capital de Mani, que é uma cidade cheia de casas-torre e igrejas bizantinas. Andar por suas ruelas é como se estivéssemos voltando ao passado…

A cidade teve um passado nebuloso, principalmente com relação às guerras, mas está se esforçando para apagar essa parte da história do local. Hoje em dia, vemos somente a Estátua de Petrobey Mavromihalis que proclamou a Insurreição Maniota contra o Império Otomano  em 1821 na praça central (Plateia Athanaton). Seu irmão e seu filho também foram responsáveis pelo assassinato de Ioannis Kapodistrias, o primeiro presidente da Grécia Independente, em 1831.

Saia de Areopoli e vá para Limeni, onde fica o porto da cidade. É uma vila de pescadores super charmosa! Aproveite para almoçar em um dos restaurantes de lá, principalmente se quiser comer pescados. Adoramos!

Itinerário feito pelo site Sygic Travel
gythio
Gythio
gythio
Gythio
gythio
Gythio
gythio
Gythio
gythio
Gythio
areopoli
Areopoli
areopoli
Areopoli
areopoli
Areopoli
areopoli
Areopoli
areopoli
Areopoli
areopoli
Areopoli
Limeni
Limeni
Limeni
Limeni
Limeni
Limeni
Limeni
Limeni